JP Sport - шаблон joomla Joomla

Dicas e Orientações

  • Certifique-se de que terá condições físicas adequadas para suportar, por mais leve que seja a atividade. Respeite seus limites!

  • As trilhas normalmente são em zigue-zagues que protegem o solo das  chuvas  fortes. Não modifique o traçado de trilhas e NUNCA faça atalhos.

  • Não urine ou defeque num raio de 100 metros de cursos de água.

  • Não grite na mata. Sua presença  deve ser a mais discreta possível. Ande e acampe em silêncio, mantendo a tranqüilidade que a natureza favorece. Não use rádios e instrumentos sonoros.

  • Não corra na trilha e preste atenção onde está pisando.

  • Mantenha-se unido ao grupo durante toda a caminhada.

  • O que você levou cheio, você pode trazer vazio. Leve sacos de lixo para colocar os resíduos.

  • Acampe a pelo menos 60 metros de qualquer fonte de água. Não cave valetas ao redor das barracas. Bons locais de acampamento são encontrados, não construídos. Remova todas as evidências de sua passagem. Não deixe rastros!

  • Se não houver sanitários, enterre as fezes em um buraco com 15 centímetros de profundidade e a pelo menos 100 metros de qualquer fonte de água, trilhas ou locais de acampamento, e em local onde não seja necessário remover a vegetação. Traga de volta o papel higiênico utilizado.

  • Não fume. Além de ser prejudicial à sua saúde pode causar sérios acidentes no meio ambiente. Jogar fósforo ou cigarro aceso na floresta, nem pensar! Não faça fogueira nem acenda velas e não faça oferendas, pois os objetos utilizados podem ser nocivos às espécies nativas, e causam poluição.

  • Beba água a cada 15 minutos para que seu corpo seja hidratado conforme sua necessidade. Grandes doses de água são eliminadas se não forem necessárias a ele.

  • Use Filtro solar. O sol em excesso pode causar insolação.

  • Use roupa adequada à atividade que está fazendo.

  • Se estiver numa unidade de conservação, entre em contato com a administração da área para conhecer os regulamentos e restrições existentes. Avise sobre o tamanho do grupo, o equipamento que vocês estão levando, o roteiro e a data de retorno. Estas informações facilitarão o seu resgate em caso de acidente.

  • Se for visitar uma área selvagem, avise a seus familiares ou amigos mais próximos.

  • Informe-se sobre as condições climáticas do local e consulte a previsão do tempo.

  • Leve sempre: lanterna, agasalho, capa de chuva, um estojo de primeiros socorros, alimento e água.

  • Não quebre ou corte galhos de árvores, mesmo que estejam mortas ou tombadas, pois podem estar servindo de abrigo para aves ou outros animais. Não remova pedras do lugar.

  • Observe os animais à distância. Não deixe os animais estressados. A proximidade pode ser interpretada como uma ameaça e provocar um ataque, mesmo de pequenos animais. Além disso, animais silvestres podem transmitir doenças.

  • Não alimente os animais. Não interfira e desequilibre sua dieta. Os animais podem acabar se acostumando com comida humana e passar a invadir os acampamentos em busca de alimento, danificando barracas, mochilas e outros equipamentos.

  • Não retire flores e plantas. Aprecie sua beleza no local, sem agredir a natureza e dando a mesma oportunidade a outros visitantes.

  •  Se precisar abrir porteiras e cancelas, feche-as ao passar,  evitando a fuga de animais para as propriedades vizinhas e/ou ambientes naturais.

  • Não leve animais domésticos, pois podem causar problemas, como a introdução de doenças e ameaças ao ambiente natural.

 

E lembre-se:

 

     Nas suas caminhadas, não tire nada além de fotos, não deixe nada além de pegadas, não mate nada além de tempo.

 

 

Turismo Cultural

Venha participar dos eventos culturais que englobam as manifestações temporárias, enquadradas ou não na definição de patrimônio, incluindo-se nessa categoria os eventos gastronômicos, religiosos, musicais, de dança, de teatro, de cinema, exposições de arte, de artesanato e outros.

 

Saiba mais