JP Sport - шаблон joomla Joomla

Campo de Santana

 

(foto da internet)

 

No tempo do Brasil Colônia a região da Praça da República, onde se localiza o Campo de Santana, era um grande pântano que, com o passar do tempo, foi sendo aterrado. Era conhecido como “Campo de São Domingos” ou “Campo da Cidade” e se tornou um marco divisório entre o centro da cidade e a zona rural.

Já em meados do século XVIII era chamado “Campo de Santana” pois havia uma igreja que deu nome a essa área. Com a construção da estação ferroviária Dom Pedro II  em 1854 a Igreja foi demolida. Essa mesma estação em 1941 passou a ser chamada Estação Central do Brasil. Nesse ínterim, o grande Campo de Santana já estava dividido. De um lado o Palácio Duque de Caxias e o Panteão que leva o mesmo nome do Patrono do Exército Brasileiro. De outro, o passeio público arborizado e urbanizado desde o início do século XIX.

O referido passeio público possui belíssimos monumentos de artistas famosos como Glaziou e foi testemunha de grandes acontecimentos históricos desde a aclamação de D.Pedro I como Imperador até a Proclamação da República. Ao redor prédios importantes perduram até os dias atuais como o Arquivo Nacional (antiga Casa da Moeda do Brasil). O passeio público foi testemunha da construção da Avenida Presidente Vargas, que ainda hoje é a principal ligação entre a Zona Sul do Rio de Janeiro e as demais regiões.

O Campo de Santana foi tombado pelo  Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (INEPAC) em 1968, e pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em 2012. Mesmo sofrendo com o abandono do poder público, o parque continua belíssimo, com suas esculturas, suas belas plantas e árvores, bem como os animais que ali habitam.

As fotos mostradas aqui abaixo são recentes, do início de novembro de 2015, um dia antes de eu escrever esse post. Foi irresistível ver a beleza por entre as grades. Saquei meu celular e fotografei extasiada com suas cores. É a vida se manifestando na natureza, bem no centro nervoso do Rio de Janeiro.

 

1.jpg2.jpg3.jpg4.jpg

(Texto e Fotos Vivi Trilhas)
 
 
 
 

 

 

EFEITOS DE BORBOLETA

 

Um monólogo musical brasileiríssimo!

 

Falar desse evento é uma responsabilidade enorme para uma Guia de Turismo e Ecoturismo deslumbrada com o que viu e ouviu pessoalmente. Não quero parecer piegas, mas não tem como não caprichar nos adjetivos ao falar desse “monólogo musical brasileiro” interpretado pela talentosíssima Fernanda Gabriela.

Acabei de chegar do teatro e tamanha foi a minha excitação com o espetáculo que me sentei para escrever sobre o mesmo antes de sequer trocar de roupa. Fernanda entra no palco belíssima, com os maravilhosos músicos já a postos (tocando violoncelo, piano, percussão e metalofone) e nos despeja uma voz arrebatadora, celestial e firme ao mesmo tempo. Quisera eu ter o dom da escrita para descrever com justiça o ato.

Como se não bastasse a linda voz de Fernanda cantando, a mesma interpreta e declama poesias de artistas consagrados com uma desenvoltura espetacular. Sentia minha pele arrepiar com as músicas e poemas executados pela jovem. Ela interpreta com maestria tesouros de Oswaldo Montenegro, Cartola, Chico Buarque, Djavan dentre outros grandes nomes da nossa música. Poemas de Augusto dos Anjos, Clarice Lispector, Drummond, Castro Alves, Bandeira, Vinicius de Moraes e tantos outros abrilhantam e dão o toque a mais ao espetáculo.

E tudo começou com muita dificuldade para se apresentarem no Parque das Ruínas em Santa Teresa. O sucesso foi tanto que o Teatro Maria Clara Machado na Gávea convidou Fernanda e equipe para fazerem a temporada ali. Pouca verba e recursos,sim,  mas talento de sobra eles têm (artistas e equipe) que resultou nessa maravilhosa apresentação capaz de  deixar a platéia embevecida o tempo todo. Um espetáculo denso, cativante, que emociona o espírito e enternece o coração.

Vivi Trilhas recomenda muito essa apresentação. Estou encantada. E estou certa de que você não deve perdê-la por nada neste mundo.

O espetáculo acontece sexta, sábado e domingo e a temporada termina em 01/11/2015.  Então você ainda poderá assistir nas seguintes datas:

24/10/15 – sábado

25/10/15 – domingo

30/10/15 - sexta-feira

31/10/15 – sábado

01/11/15 – domingo

Teatro Municipal Maria Clara Machado

Av. Padre Leonel Franca, 240
Gávea - Rio de Janeiro – RJ

Vivi Trilhas ao lado da dona da voz arrebatadora: Fernanda Gabriela

Turismo Cultural

Venha participar dos eventos culturais que englobam as manifestações temporárias, enquadradas ou não na definição de patrimônio, incluindo-se nessa categoria os eventos gastronômicos, religiosos, musicais, de dança, de teatro, de cinema, exposições de arte, de artesanato e outros.

 

Saiba mais